Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Taxa de desemprego no Brasil cai para 12,8%

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/08/2017 Administrator

A taxa de desemprego no Brasil terminou o trimestre de maio a julho de 2017 em 12,8%, número que indica uma queda de 0,8 pontos percentuais em relação ao trimestre de fevereiro a abril deste ano quando estava em 13,6%.

Os dados foram divulgados hoje na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), órgão que divulga as estatísticas oficiais do Brasil.

Segundo o IBGE, a população desocupada soma 13,3 milhões de pessoas, número que indicou uma queda de 5,1%, (721 mil pessoas) face ao trimestre anterior.

Na comparação ano a ano, porém, os números sobre o desemprego mostram que no mesmo período de 2016 a taxa de pessoas que procuravam trabalho e não encontravam no Brasil estava em 11,6%.

Já a população ocupada, que soma 90,7 milhões de pessoas, aumentou 1,6% em relação ao trimestre anterior (mais 1,4 milhões pessoas) e não apresentou alteração em relação ao mesmo trimestre de 2016.

Fazendo uma análise da queda do desemprego no Brasil no trimestre de maio a julho, Cimar Azeredo, coordenador de trabalho e rendimento do IBGE, destacou que a recuperação dos postos de trabalho deu-se no mercado informal.

Os dados da Pnad Contínua mostraram que o número de empregados informais (10,7 milhões de pessoas) cresceu 4,6% entre os meses de maio a julho em relação ao trimestre anterior (mais 468 mil pessoas) e 5,6% contra o mesmo trimestre de 2016 (mais 566 mil pessoas).

Já o número de empregados com contrato de trabalho (33,3 milhões de pessoas) manteve-se estável entre maio e julho face ao trimestre anterior, mas caiu 2,9% em relação ao mesmo trimestre de 2016.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon