Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Thomas de Gendt assume liderança do Dauphiné após fuga

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/06/2017 Rui Trombinhas

O pelotão da corrida francesa vai enfrentar na segunda-feira os 171 quilómetros da segunda etapa, entre Saint Chamond e Arlanc, numa viagem com quatro contagens de montanha, uma de segunda categoria, duas de terceira e uma de quarta.

O ciclista belga Thomas de Gendt (Lotto Soudal) venceu hoje em solitário a primeira etapa do Criterium de Dauphiné, que lidera, após a primeira etapa de 170,5 quilómetros, com partida e chegada em Saint-Étienne.

Numa tirada com oito contagens de montanha, nenhuma de primeira categoria, De Gendt destacou-se na última subida, a sete quilómetros da meta, deixando para trás o francês Axel Domont (AG2R), seu companheiro de fuga e que chegou com um atraso de 44 segundos.

O italiano Diego Ulissi (UAE Team Emirates), o francês Pierre Latour (AG2R) e o alemão Emanuel Buchmann (Bora-hansgrohe) terminaram nas posições imediatas, 57 segundos depois do vencedor e dois segundos antes do pelotão, que integrava, entre outros, o britânico Chris Froome (Sky), o italiano Fabio Aru (Astana) e os espanhóis Alejandro Valverde (Movistar) e Alberto Contador (Trek-Segafredo).

© Fornecido por O jogo

André Cardoso (Trek-Segafredo) foi o primeiro português a terminar a tirada, integrado no pelotão, na 46.ª posição, enquanto Tiago Machado (Katusha-Alpecin) foi o 65.º a terminar, cedendo 2.09 minutos para De Gendt.

Na classificação geral, ambos ocupam as mesmas posições da etapa, com Cardoso a 1.09 minutos do líder e Machado a 2.19.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon