Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Toni: "Tenham contenção verbal"

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/03/2017 Cristina Aguiar

Toni traça as possibilidades quer do Benfica, quer do FC Porto no clássico da Luz, mas pede aos dirigentes alguma prudência

Toni, antigo jogador do Benfica, à entrada para a gala de entrega dos prémios Cosme Damião, tentou resistir em falar do jogo na Luz, onde se jogará o título.

© Sara Matos

"Temos ainda o jogo com Portugal-Hungria, que é muito importante e é sobre ele que vai estar centrada a atenção de todos nós, depois vamos ter uma semana cheia para falar o clássico. Espero que os intervenientes e as pessoas responsáveis dos dois clubes tenham contenção em termos verbais para que, num clima de grande clivagem que existe, seja um grande jogo, grande espetáculo e...que ganhe o melhor", atirou, reagindo à afirmação do árbitro Artur Soares Dias ao declarar-se preparado para digerir o jogo:

"Há em Portugal árbitros mais tarimbados, outros mais novos que estão a ganhar traquejo para os desafios, em cada jogo estão a ser julgados para crescerem como árbitros e errar é dar um passo atrás nas suas carreiras. Por isso: seja Soares Dias, seja Jorge Sousa ou João Pinheiro, terá de ser o melhor árbitro. Na minha opinião, em Portugal, a qualidade dos árbitros está entre Jorge Sousa e Soares Dias", comentou, para acrescentar:

"O Benfica e o FC Porto vêm de dois resultados que não esperavam. Mas: o FC Porto ganhando na Luz, fica com as portas abertas parta o título; se o Benfica vencer não decide o título".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon