Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Torres centrais da Sagrada Família deverão estar terminadas em 2022

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/09/2017 Administrator

O arquiteto Jordi Faulí, diretor da equipa de construção a trabalhar no templo da Sagrada Família, em Barcelona, afirmou hoje que as seis torres centrais do monumento estarão acabadas em 2022.

O arquiteto disse, citado pela agência EFE, que dos 138 metros de altura que a Torre da Virgem deverá atingir, em 2022, a secção do edifício já aumentou para 79, prevendo-se que no final do ano chegue aos 85 metros.

O monumento, que recebeu no ano passado mais de quatro milhões de visitantes, regista uma receita anual de 78 milhões de euros, sendo que cerca de 49 milhões estão destinados para a continuação das obras.

Numa altura em que faltam nove anos para finalizar totalmente o projeto desenhado por Antoni Gaudí (1852-1926), com fim previsto para 2026, o diretor da construção definiu o conjunto de 18 torres como "extraordinário, [irá oferecer] uma visão diferente dependendo dos momentos do dia e de cada ângulo".

Sobre a técnica utilizada pela levantar a Torre da Virgem, Faulí considera que os painéis são "elementos estruturais em vez de estéticos", permitindo um processo construtivo "mais seguro e rápido".

Adicionalmente, este ano avançou a construção das Torres de Juan e Mateo, que atingiram mais de 80 metros de altura, bem como as de Marcos e Lucas, com 84 dos 135 metros estabelecidos como meta para 2022, altura em que se prevê que as seis estruturas centrais estejam terminadas.

Nas suas declarações, o arquiteto natural de Barcelona referiu-se ao templo como um espaço de silêncio e lembrança, pensado para reflexão e oração, numa altura em que se assinalou, igualmente, o fim do restauro da Torre de San Felipe, na Fachada da Paixão, coberta com diversos materiais, entre os quais tijolo, vidro veneziano e pedra.

A previsão para 2018 passa por iniciar a construção da Torre de Jesus Cristo - o destaque do edifício religioso no plano vertical - que ascende aos 172,5 metros de altura e mantém a técnica dos painéis de pedra.

Acerca do interior desta secção, Faulí precisou que este será constituído por um primeiro espaço de 60 metros de altura, ocupado com escadas e um elevador com acabamentos em vidro.

Neste momento, a equipa do arquiteto está a trabalhar no projeto final dos terminais das seis torres centrais, ao mesmo tempo que prossegue a elaboração do Plano Diretor para o restauro da Fachada do Nascimento.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon