Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tráfego de mercadorias em portos espanhóis sobe 3,4% no 1.º semestre de 2017

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/08/2017 Administrator

O tráfego de mercadorias nos portos marítimos espanhóis aumentou 3,4%, para 260,9 milhões de toneladas, no primeiro semestre do ano face ao mesmo período de 2016, apesar de conflitos laborais com estivadores, segundo dados da autoridade local.

Embora a evolução global tenha sido positiva, os movimentos diminuíram em 10 dos 28 portos de Espanha, incluindo os dois principais - Algeciras (menos 6,75%) e Valência (menos 0,07%) -, enquanto o terceiro maior, Barcelona, registou um crescimento de mais 18,2%.

No mês de junho, no qual se concentraram as greves dos estivadores espanhóis, em protesto contra as novas regras de estabelecimento de empresas e de contratação de trabalhadores, verificaram-se descidas no tráfego marítimo face a 2016: menos 0,6% de mercadorias em geral, menos 1,6% de mercadorias em trânsito, menos 4,6% de contentores e menos 3% de contentores em trânsito.

O parlamento espanhol aprovou em maio um diploma do Governo para liberalizar o trabalho dos estivadores, a fim de cumprir uma sentença do Tribunal de Justiça da União Europeia de dezembro de 2014, e acabar com o monopólio no setor, onde as empresas têm de participar numa sociedade anónima Sagep, que gere os trabalhadores portuários.

Por seu turno, o número de navios que atracou em portos espanhóis em junho aumentou 2,3% para 14.494.

A autoridade portuária de Espanha mantém a previsão de alcançar novos máximos históricos em termos de atividade anual até aos 529 milhões de toneladas de mercadorias e 33,5 milhões de passageiros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon