Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Três milhões e dois jogadores deixam Conceição livre para voltar ao Dragão

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/06/2017 Ana Proença

A rescisão com o Nantes prevê uma verba ligeiramente inferior a três milhões de euros e a inclusão de dois jogadores a ceder definitivamente pelo FC Porto. Depoitre foi rejeitado.

Sérgio Conceição tem finalmente via aberta para assinar pelo FC Porto. A rescisão de contrato com o Nantes deve ser oficializada ainda este sábado, depois de os franceses terem concordado receber uma verba abaixo dos três milhões de euros e dois jogadores a ceder definitivamente pelo FC Porto.

O entendimento entre as partes só foi alcançado muito perto da hora do jantar de sexta-feira, pondo um ponto final numa maratona negocial que durava já desde terça-feira. Foi preciso a entrada de Waldemar Kita, presidente do Nantes, nas negociações para desfazer o impasse que chegou a ameaçar prolongar-se por mais um dia.

Inicialmente, o presidente ainda fez finca-pé num valor mais elevado e nem a inclusão de Depoitre nas negociações alterou o que quer que fosse. Bastou um telefonema de Waldemar Kita para tirar informações e rejeitar imediatamente o avançado belga.

© Gerardo Santos / Global Imagens

Com Depoitre atirado para fora das negociações, outros nomes foram entretanto sugeridos para tentar aliviar a fatura a pagar por Sérgio Conceição, mas Kita manteve-se irredutível.

A proposta de dois nomes - que deverão ser revelados nas próximas horas - convenceram-no finalmente a aceitar o acordo, perante uma SAD azul e branca sem liquidez para satisfazer as suas pretensões.

O FC Porto conseguiu limitar de alguma forma as despesas para garantir Sérgio Conceição, cuja imagem saiu deste processo muito atacada por vários setores do futebol francês. Numa posição negocial vantajosa, o presidente do Nantes ameaçou aguentar o braço de ferro, antes de conseguir garantir pouco menos de metade dos seis milhões de euros inicialmente exigidos, juntando-lhe dois reforços.

Entretanto, o jornal "L"Équipe" de ontem dava conta de três treinadores portugueses sugeridos a Waldemar Kita, avançando com os nomes de Paulo Bento, Pedro Martins (confirmado a O JOGO) e Vítor Pereira para suceder a Sérgio Conceição no clube.

Sérgio desmarcou ida a Coimbra

Sérgio Conceição não se apresentou, esta sexta-feira, na cerimónia da Quinta das Lágrimas, em Coimbra, onde estava previsto receber o título de Embaixador da Região da Bairrada, por iniciativa conjunta da Comissão Vitivinícola da Bairrada e da Associação Rota da Bairrada. Para além do treinador, foram nomeados embaixadores daquela região a atriz Maria Rueff, o cineasta Sandro Alves, o "chef" de cozinha Ricardo Costa e o criador de moda Dino Alves. Sérgio Conceição preferiu não se expor aos jornalistas, numa altura em que o futuro está a ser resolvido.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon