Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Trabalhadores da limpeza do município de Lisboa entregam caderno com exigências

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/09/2017 Administrator

O Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa (STML) entrega na sexta-feira, nos Paços do Concelho, um caderno com reivindicações destes funcionários, visando a melhoria das condições laborais e o serviço.

"Vamos compilar neste documento as questões referentes à higiene urbana no sentido de melhorar o serviço da limpeza para os trabalhadores e para a própria população", disse o dirigente do STML Delfino Serras em declarações à agência Lusa.

Em causa estão matérias como as instalações, com "os postos de limpeza a precisarem de obras profundas para acolher os trabalhadores", e os balneários "a serem pequenos para tantos trabalhadores", dadas recentes entradas de pessoal.

Em cima da mesa estão ainda exigências relacionadas com os horários.

"A Câmara aplica vários horários e devem ser definidos os de dia e os de noite", salientou Delfino Serras.

Denominado "Caderno Reivindicativo dos Trabalhadores da Limpeza Urbana da Câmara Municipal de Lisboa", o documento com oito páginas será entregue pelas 10:30 nos Paços do Concelho, altura na qual o sindicato pretende ser recebido pelo presidente da autarquia, Fernando Medina.

No documento, a que a Lusa teve acesso, lê-se que os trabalhadores da higiene urbana da cidade "têm sido confrontados duplamente".

"Além das matérias nocivas decorrentes da legislação aprovada na Assembleia da República, algumas entretanto já revogadas ou reconfiguradas na atual legislatura, [esses trabalhadores] foram também sujeitos às consequências das decisões assumidas pelos sucessivos executivos municipais, que não só ignoraram os seus interesses e direitos, como os prejudicaram [...], degradando também, pela relação umbilical que une uma e outra realidade, a qualidade do serviço público municipal que integram e prestam perante a cidade e a sua população", critica o STML.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon