Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Trabalhadores de limpeza do Aeroporto do Porto fazem greve na 2.ª feira

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/10/2017 Administrator

Os trabalhadores de limpeza do Aeroporto do Porto vão fazer uma greve na próxima segunda-feira, dia 30, na zona das partidas para denunciar incumprimento de direitos laborais e discriminação entre funcionários, anunciou hoje fonte sindical.

"A Euromex [empresa de limpeza] tem desrespeitado o Acordo de Condições Específicas do Local de Trabalho do aeroporto do Porto. (...) Os trabalhadores do Aeroporto do Porto exigem que termine, por parte da empresa, a discriminação relativa aos horários de trabalho, exigindo ainda uma prática de igualdade retributiva", lê-se num comunicado de imprensa enviado pelo Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas (STAD).

No mesmo documento, cujo título é "Aeroporto do Porto - Trabalhadores de limpeza da empresa Euromex em grande luta", o STAD denuncia ainda que além do incumprimento face aos direitos laborais, a empresa Euromex tem "sistematicamente faltado aos compromissos assumidos em diversas reuniões" com aquele sindicato, dando ao longo do tempo "o dito pelo não dito, não cumprindo e desrespeitando o estabelecido e negociado em sede de reunião".

A greve da próxima segunda-feira, que vai ser de 24 horas, tem a primeira concentração marcada para as 09:30 na zona das partidas do Aeroporto do Porto, prosseguindo depois, pelas 11:30, junto da empresa Euromex, em Perafita.

"É da inteira responsabilidade da Euromex a greve e luta dos trabalhadores! Esta atuação da empresa, e o facto de não cumprir seja com a palavra dada, seja com os direitos dos trabalhadores, bem como uma fuga sistemática às negociações com o STAD, levaram a que os trabalhadores, reunidos em plenário, marcassem uma greve e concentração de protesto e denúncia", explica o STAD, exigindo "negociações feitas de boa-fé" e a "resolução dos problemas existentes", com o "fim imediato da discriminação entre trabalhadores".

Segundo o STAD, o "contencioso" iniciou-se em 2016, quando em nome dos trabalhadores, aquele sindicato enviou à empresa de limpeza um "caderno reivindicativo dos trabalhadores do Aeroporto do Porto".

A Lusa tentou ouvir a Euromex mas tal não foi possível até ao momento.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon