Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Transportadores rodoviários portugueses reúnem-se em congresso para analisar futuro do setor

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Administrator

Os desafios e as ameaças que enfrentam os transportadores rodoviários de mercadorias portugueses na Europa vão ser debatidos, entre hoje e sábado, no 17.º congresso da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), em Albufeira.

O evento, que durante dois dias, segundo a organização, deverá reunir o maior número de agentes do transporte rodoviário, vai decorrer no Palácio de Congressos do Algarve, em Albufeira, no distrito de Faro, e conta com as participações do secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme D'Oliveira Martins, do antigo secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Fernando d'Oliveira Neves, e do eurodeputado Francisco Assis.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da ANTRAM, Gustavo Paulo Duarte, considerou que o congresso "vai ser extremamente importante, numa altura em que se vivem incertezas quanto ao futuro do setor" em Portugal.

"Os custos estão a aumentar muito e resta saber se o mercado tem capacidade para pagar. As portagens, taxas ambientais e a burocracia são cada vez maiores, o que provoca sérias dificuldades ao ramo dos transportes", frisou.

Gustavo Paulo Duarte diz-se ainda mais preocupado com o futuro, porque "o setor irá passar por uma revolução que se perspetiva como muito difícil, face à aprovação de legislação sobre venda de veículos a gasóleo".

"Ao contrário do que existe para os veículos ligeiros, eu gostava de saber que alternativas há para os camiões. Resta saber se os investimentos que estão a ser feitos vão ter rentabilidade e se serão sustentáveis no futuro", questionou.

O responsável acredita, no entanto, que do 17.º congresso da ANTRAM, que tem como mote "o futuro começa hoje", possam sair medidas que permitam "olhar com maior otimismo" para o futuro do transporte rodoviário de mercadorias na Europa.

Na sexta-feira, primeiro dia de trabalhos, vai estar em análise "o futuro da Europa, enquanto elemento desagregado e criador de barreiras ao livre mercado único, tendo em conta o aparecimento de desafios como o Brexit, as questões relacionadas com a emigração".

No sábado, o debate vai centrar-se no futuro do transporte de mercadorias em Portugal, uma atividade fundamental para a economia nacional e para as exportações, bem como na falta de regulação da atividade, escassez de mão-de-obra qualificada e as condições necessárias para a construção de uma política estratégica para a dinamização do setor.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon