Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tratamento de Ancelotti a Renato, Kimmich e Coman precipitou saída

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/10/2017 Francisco Sebe

Para lá dos resultados, o Bayern não ficou convencido com o método de trabalho do treinador italiano com os jogadores mais jovens.

Os resultados abaixo da média neste arranque de temporada acabaram por ditar o desfecho da era Carlo Ancelotti no Bayern de Munique, mas, segundo a ESPN, houve outro motivo, mais de fundo, a precipitar a saída do treinador italiano do clube bávaro.

© REUTERS/Charles Platiau

Revela o canal norte-americano que a direção dos campeões alemãs tinha traçado um plano de renovação do plantel que não estava a ser levado a cabo pelo técnico. O tratamento frio de Ancelotti a jogadores como o português Renato Sanches, Kimmich e Kingsley Coman não convenceu os responsáveis bávaros, nem o diretor desportivo Hasan Salihamdzic.

O treinador preferiu apostar em jogadores de créditos firmados e com experiência no futebol alemão e europeu, relegando para segundo plano o desenvolvimento dos jovens talentos, visto como prioritário e fundamental no Bayern.

Agora, de acordo com a imprensa alemã, a solução passa por Jupp Heynckes, que deverá assumir o leme até ao final da época. Depois, chegará a vez de Julian Nagelsmann, técnico de 30 anos que se tem destacado no Hoffenheim.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon