Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Treinador do Leixões quer eliminar Benfica da Taça, mas mantém aposta na II Liga

Logótipo de LusaLusa 17/01/2017 Jorge Fonseca
ESTELA SILVA/LUSA © LUSA / ESTELA SILVA ESTELA SILVA/LUSA

Matosinhos, Porto 17 jan (Lusa) - O treinador do Leixões reafirmou hoje que a prioridade do clube "é o campeonato [II Liga]", mas garantiu que vai jogar na Luz na quarta-feira "para ganhar ao Benfica" nos quartos de final da Taça de Portugal em futebol.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo de quarta-feira, Daniel Kenedy, jogador formado no clube das ‘águias’, confessou estar a "viver o sonho" de voltar ao Jamor como treinador, depois de lá ter estado por duas vezes enquanto jogador.

"Quem tem obrigação de ganhar é o Benfica e nós vamos dar tudo por tudo, porque só assim poderemos ganhar à melhor equipa portuguesa", avisou Kenedy, para quem o empate 3-3 dos ‘encarnados’, na I Liga, com o Boavista, "permitiu tirar algumas ilações".

Para o técnico, o jogo de sábado mostrou ser “possível fazer muita coisa (...) marcar três golos”.

“Hoje em dia, toda a gente se conhece bem e nós sabemos como o Benfica joga", explicou o treinador do clube que ocupa o antepenúltimo lugar da II Liga.

Para defrontar o Benfica, Kenedy considera que os seus jogadores “quase não precisam” do treinador, ir à Luz é motivação suficiente, para alguns será uma oportunidade única”.

Confessando o sonho de "voltar à Luz" como treinador, Kenedy não contava "é que fosse tão cedo" na sua ainda curta carreira como treinador, admitindo que tal facto está a mexer com ele.

"Hoje acordei eram 05:00 e na próxima noite talvez aconteça o mesmo, mas vai tornar-se realidade amanhã [quarta-feira]", regozijou-se.

Finalista vencido ao serviço do Leixões, na final de 2001/02, então derrotado pelo Sporting no Estádio Nacional, por 1-0, Bruno China defendeu que no jogo com o Benfica "não há nada a perder" e que a equipa "tem as suas hipóteses".

"No futebol há vários exemplos de equipas pequenas que surpreenderam os grandes", lembrou o capitão do Leixões.

JYFO // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon