Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Treinador do Paços de Ferreira acredita numa surpresa frente ao “favorito” Benfica

Logótipo de LusaLusa 28/12/2016 Carlos Alexande
OCTÁVIO PASSOS/LUSA © LUSA / OCTÁVIO PASSOS OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Paços de Ferreira, Porto, 28 dez (Lusa) - O treinador Vasco Seabra disse hoje acreditar numa surpresa do Paços de Ferreira diante do "favorito" Benfica, no arranque do Grupo D da Taça da Liga de futebol, na quinta-feira.

Na conferência de antevisão ao jogo no Estádio da Luz, Vasco Seabra começou por assumir "totais" responsabilidades do Paços de Ferreira na competição, repetindo a ideia de que "todas as competições e jogos são oportunidades" para a equipa crescer e valorizar-se.

"Estamos acordados, ligados, jogamos todos os jogos para ganhar e que [quinta-feira] seja o nosso momento", disse o técnico, sem valorizar excessivamente o último jogo com o Feirense (derrota por 2-0), esperando, antes, ver nesta nova oportunidade de crescimento capacidade para a equipa "dar mais um salto".

Para Vasco Seabra, "é natural que [o Benfica] seja favorito", lembrando que, "independentemente de quem jogar no Benfica, serão sempre excelentes executantes" e a equipa vai apresentar "grande dinâmica e vai querer ganhar", sendo estas, no entanto, premissas a respeitar também pelo Paços de Ferreira.

"O Benfica é favorito e é natural que seja, mas, se existe jogo, existe capacidade para nós jogarmos e vontade de sermos nós a trazer o jogo para o nosso lado. Acreditamos nisso [numa surpresa]", sublinhou.

Vasco Seabra disse ter "total confiança" nos seus jogadores e "nas ideias" da equipa, independentemente dos eleitos para o jogo, pois, na sua perspetiva, "qualquer jogador do plantel [do Paços] tem de ter um espírito vencedor e de estar ao serviço de uma ideia coletiva".

O técnico pacense relativizou também o momento de defrontar o Benfica, no final do ano civil e no intervalo de uma quadra festiva, argumentando que "é sempre boa altura para jogar" frente a "um adversário de grande valor", que vai obrigar a equipa a "estar no seu melhor".

"Não desprezamos jogos e tradições, gostávamos de atingir a final, mas antes temos de nos focar neste jogo", afirmou Vasco Seabra, recordando a final da Taça da Liga perdida pelo Paços para o Benfica (1-2) em 2010/11, na final que presenciou nas bancadas do Municipal de Coimbra, enquanto adepto pacense.

Paços de Ferreira e Benfica defrontam-se no estádio da Luz, em Lisboa, na quinta-feira, às 21:15, num jogo para a Taça da Liga que terá arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Leiria.

CYA/JYA // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon