Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Treinador José Mota deixa o Desportivo das Aves

Logótipo de LusaLusa 22/05/2017 Antonio Moura

Santo Tirso, Porto, 22 mai (Lusa) - O treinador do Desportivo das Aves, José Mota, anunciou hoje que vai deixar o clube, depois de ter conduzido a equipa à I Liga portuguesa de futebol.

"Entendemos que o melhor para as duas partes era esta situação e cada um seguir o seu caminho", disse o técnico, que substituiu Ivo Vieira após a equipa sofrer quatro desaires consecutivos e assumiu funções na 29.ª jornada da II Liga, atingindo o objetivo do Aves para esta época, que era a subida ao primeiro escalão.

A decisão foi tomada após uma reunião na tarde de hoje com a administração da SAD do clube e anunciada depois da homenagem que a Câmara Municipal de Santo Tirso prestou à equipa sénior e júnior e à de futsal, por terem subido à primeira divisão.

O presidente da SAD avense tinha dito à agência Lusa que o assunto seria analisado numa reunião que as duas partes combinaram realizar na próxima quarta-feira, mas hoje explicou que o assunto acabou por ser precipitado pelas "férias".

José Mota, que tinha contrato com o Aves até ao final desta época, e Luiz Andrade não se alongaram acerca do que impediu a renovação do vínculo entre o técnico e o Aves.

JOSÉ COELHO/LUSA © LUSA / JOSÉ COELHO JOSÉ COELHO/LUSA

O treinador declarou-se um "treinador livre" a partir deste momento, pretendendo abraçar "outros projetos", e informou que o seu "telefone já começou a tocar", significando isto que já tem clubes interessados nos seus serviços.

José Mota destacou ainda que foi "muito bem tratado" no Aves e lembrou que a subida do Aves à I Liga foi a quarta que conseguiu enquanto treinador, depois de o ter feito duas vezes com o Paços de Ferreira e uma com o Feirense.

Luiz Andrade disse que o fim da relação profissional com José Mota se deveu a "diferenças de ideias", mas realçou que o técnico "marcou uma era no Aves".

"Não queremos só um treinador, mas alguém que coordene todo o futebol", afirmou o presidente da SAD do Desportivo das Aves, informando ainda que a equipa júnior passará a ser profissional na próxima temporada.

O dirigente disse ainda que a possível renovação com o guarda-redes Quim começará ser trabalhada "a partir de agora", com a apresentação de uma proposta ao veterano jogador.

AYM // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon