Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Treinos de basquetebol ajudaram Felipe a afirmar-se

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/03/2017 João Cardoso

Defesa central do FC Porto explica em que medida é que o basquetebol o ajudou a vingar no mundo do futebol

Felipe, jogador brasileiro do FC Porto, esteve quase a ingressar por uma carreira no basquetebol. É o próprio quem o afirma, acrescentando que os treinos para melhorar a impulsão acabaram por ajudá-lo a vingar no futebol.

© Fornecido por O jogo

"Gostava muito de desporto e de estar sempre em atividade. Um dia participei um campeonato de basquetebol. Um treinador tentou convencer-me a seguir para um nível profissional e chamou-me para jogar numa equipa, porque disse que tinha potencial para ser profissional, que tinha talento. Ficou chateado quando lhe disse que não era o que queria, que ia correr atrás do futebol. Hoje mantemos um bom relacionamento e ele me elogia, mas que continuo com talento para o basquetebol", começou por dizer, em declarações ao Porto Canal.

"No basquetebol trabalhei a impulsão, fiz treinos de fortalecimento com pesos nas pernas. Quando trouxe isso para o futebol fez a diferença", acrescentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon