Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tribunal de Aveiro condenou a 11 anos de prisão padrasto que abusou de enteadas

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Administrator

O Tribunal de Aveiro condenou a 11 anos de prisão um homem acusado de abusar sexualmente de duas crianças de 11 e 12 anos, suas enteadas, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

De acordo com uma nota publicada na página oficial da PGD do Porto, na Internet, o acórdão proferido no dia 16 de outubro deu como provados "grande parte" dos factos imputados ao indivíduo pelo Ministério Público (MP).

O arguido, de 36 anos, foi condenado a 11 anos de prisão pela prática de dois crimes de abuso sexual de crianças agravado.

A mãe das meninas estava acusada de ser cúmplice do arguido no cometimento destes crimes, mas foi absolvida.

Segundo a acusação do MP, os factos ocorreram em 2015 e 2016, na residência do casal, em Anadia.

Destes contactos sexuais, na grande maioria dos quais o arguido não usou qualquer método contracetivo, resultou a gravidez de uma das menores, cujo filho no passado mês de janeiro.

O arguido que foi detido em outubro de 2016, vai manter-se em prisão preventiva a aguardar o trânsito em julgado da decisão

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon