Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tribunal rejeita recurso do Sporting contra o Benfica

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/03/2017 João Cardoso

O Tribunal Judicial de Lisboa rejeitou esta sexta-feira o recurso do Sporting na pretensão de ver o Benfica devolver a indemnização que recebeu pelo incêndio causado pelos adeptos leoninos no Estádio da Luz em 2011.

Na altura, o clube 'verde e branco' foi condenado pela Federação Portuguesa de Futebol a pagar 359.338,70 euros ao rival lisboeta, pelo que decidiu recorrer à justiça civil, que agora lhe negou a pretensão.

Os 'leões' pretendiam culpabilizar o Benfica pelo incidente, pois defendem que os seus adeptos ficaram demasiado tempo retidos na caixa de segurança montada pelo Benfica, estrutura que constituiu medida preventiva até então inédita no Estádio da Luz, em jogo disputado em 26 de novembro de 2011.

© PEDROHENRIQUESROCHA

Em acórdão de 38 páginas, o Tribunal Judicial de Lisboa valida o castigo imposto pela federação: entende que a punição aplicada pelo Conselho de Justiça "não pode agora ser posta em causa, em sede de ação cível, por pretensa responsabilização civil" do Benfica, "por alegada violação dos seus deveres como organizador do evento".

O juiz assumiu como provado que o momento da retirada dos adeptos do Sporting do recinto foi "decidido pela PSP" e não pelo Benfica e que foram os adeptos do Sporting a "deflagrar os focos de incêndio em causa".

O incêndio resultou na destruição de 556 cadeiras, afetou a bancada de betão armado, que obrigou à substituição de nove vigas, e destruiu diversos acessórios como vidros, painéis, placas e varões, entre outros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon