Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Trump promete que Assad irá responder pelos seus "horríveis" crimes

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/07/2017 Administrator

O Presidente dos Estados Unidos afirmou na terça-feira que não é "um fã" de Bashar al-Assad, prometendo que o Presidente sírio irá responder pelos seus "horríveis" crimes, nomeadamente por ter atingido a sua população com armas químicas.

Donald Trump recebeu na Casa Branca o primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, junto de quem denunciou a "ameaça" que o grupo xiita libanês Hezbollah, apoiado pelo Irão, representa para o Médio Oriente.

Questionado, numa conferência de imprensa, sobre o Presidente sírio e o seu país, fustigado pela guerra há seis anos, Trump respondeu: "Não sou um fã de Assad, ok?".

"Claro que penso que o que ele fez ao país e à humanidade é horrível (...) Não sou alguém que vai olhar para isso e deixá-lo escapar, depois do que ele tentou fazer e o que fez várias vezes", disse.

O Presidente norte-americano lembrou que ordenou em abril ataques contra uma base militar síria em represália por um ataque químico atribuído ao regime de Damasco. Esse ataque, na localidade de Khan Cheikhoun, a 04 de abril, causou 87 mortos, incluindo várias crianças. O regime sírio negou ser responsável.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon