Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Turista sueco e cidadão turco morrem no sismo ocorrido na ilha grega de Kos

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/07/2017 Administrator

Os dois mortos no terramoto de magnitude 6,4 na escala de Richter que ocorreu na madrugada de hoje na ilha grega de Kos são um turista sueco e um cidadão turco, informou a polícia local.

De acordo com as primeiras informações, trata-se de um cidadão sueco de 27 anos e um turco de 39 anos.

No momento do sismo, que aconteceu à 01:30 hora local (23:30 em Lisboa), ambos se encontravam no interior de um bar, cujo teto se desmoronou.

Segundo a Proteção Civil, outras 90 pessoas foram atendidas em hospitais, das quais 75 tiveram alta depois de receber tratamento.

Os outros 15 feridos permanecem internados e, entre estes, cinco feridos graves serão transportados a outros hospitais fora da ilha, nomeadamente para Creta e Elefsina, que fica próxima de Atenas.

Os feridos graves são dois suecos, uma cidadã norueguesa e dois gregos.

O terramoto, cujo epicentro se localizou a apenas 10 quilómetros de profundidade entre as ilhas de Rhodes e Kos, segundo o Instituto Geodinâmico de Atenas, deixou inúmeros danos materiais na parte antiga da cidade de Kos.

O porto da cidade sofreu graves danos, de acordo com o vice-ministro da Marinha, Nektarios Santoriniós, que se deslocou ao local juntamente com outros membros do Governo.

Santoriniós explicou que, neste momento, não é possível atracar grandes barcos no porto de Kos. Equipas serão enviadas à ilha para avaliar os danos causados pelo sismo.

O terramoto durou cerca de meio minuto, mas devido à sua intensidade levou centenas de pessoas passassem a noite nas ruas.

Kos, situada no arquipélago de Dodecaseno, é uma ilha turística e uma das cinco ilhas do Mar Egeu afetadas pela crise dos refugiados.

Com uma população de cerca de 30.000 pessoas, alberga atualmente cerca de 3.000 refugiados em acampamentos, hotéis e apartamentos mantidos pelo Governo grego e pela Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon