Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Turquia remodela Governo, mas sem alterações essenciais

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/07/2017 Administrator

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, anunciou hoje uma remodelação do seu gabinete, mas que não abrange os postos mais importantes, como os Negócios Estrangeiros, Interior ou Energia.

Vários ministros trocam o seu cargo pelo de vice-primeiro-ministro, enquanto outros que ocupavam até agora essa pasta assumem um ministério, no que está a ser encarado como a promoção de fiéis do Presidente, Recep Tayyip Erdogan, na hierarquia do Estado.

Assim, o até agora vice-primeiro-ministro Nurettin Çanikli troca de posto com o ministro da Defesa, Fikri Isik, enquanto o seu colega Numan Kurtulmus vai gerir a Cultura e Turismo.

Binali Yildirim designou para a Justiça o constitucionalista Abdulhamit Gul, que ocupa o lugar deixado por Bekir Bozdag, também apontado para vice-primeiro-ministro.

Uma novidade foi a integração na equipa de Jülide Sarieroglu, que substitui o ministro do Trabalho, Mehmet Müezzinoglu, e que se torna a segunda mulher do gabinete após a titular da Família e Assuntos Sociais, Fatma Betül Sayan Kaya, que mantém o seu posto.

Ao contrário da sua colega no Executivo, Sarieroglu não utiliza na sua foto oficial o lenço islamita que exibem cerca de metade das 33 deputadas do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, no poder).

No total, são integrados seis novos nomes num Governo com 27 representantes, incluindo cinco vice-primeiros-ministros, enquanto cinco ministros mudam de cargo.

As alterações no gabinete, admitidas desde há algumas semanas, foram anunciadas após uma reunião de duas horas entre Yildirim e Erdogan.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon