Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

UE anuncia mais 60 milhões para mitigar insegurança alimentar no Corno de África

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/07/2017 Administrator

A União Europeia (UE) anunciou hoje uma ajuda de 60 milhões de euros para mitigar a insegurança alimentar provocada pela seca intensa na Somália, Etiópia e Quénia, três países do Corno de África.

O financiamento anunciado apoiará o trabalho de organizações humanitárias no terreno, particularmente aquelas envolvidas em tratamentos contra a malnutrição, e será canalizado para ajuda alimentar de emergência, indicou a Comissão Europeia através de um comunicado.

A ajuda financiará ainda projetos que abordem problemas como o abastecimento de água potável, proteção de gado e a resposta surtos de doenças.

A maior parte da ajuda -- 40 milhões de euros -- chegará às populações mais vulneráveis da Somália, a Etiópia receberá 15 milhões de euros e o Quénia 5 milhões.

O comissário europeu com a responsabilidade da Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, sublinhou, de acordo com a agência Efe, que a situação no Corno de África "se deteriorou de forma drástica em 2017 e continua a piorar".

Stylianides afirmou que o novo pacote ajudará os parceiros humanitários da UE a "expandirem as suas ações e a continuarem a levar ajuda que salva vidas a povos que dela necessitam".

A UE desembolsou desde o início de 2017 quase 260 milhões de euros para apoiar o Corno de África a enfrentar uma crise humana agudizada pela combinação de vários fatores: seca e desnutrição, doenças, e violência em territórios como o Sudão do Sul.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon