Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

União Europeia dá 13 milhões de euros a hospitais de Jerusalém Oriental

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/10/2017 Administrator

A União Europeia (UE) vai dar 13 milhões de euros aos hospitais palestinianos no território de Jerusalém Oriental para ajudar a manter os serviços médicos básicos para a população local, anunciou hoje a organização.

"A UE compromete-se a apoiar a rede de hospitais de Jerusalém Oriental (...). Trabalhamos de mãos dadas para manter o acesso aos serviços médicos de todos os palestinianos", disse num comunicado o representante da UE em Jerusalém, Ralph Tarraf.

A União Europeia reforçou a necessidade de manter os centros de saúde abertos na região por oferecerem serviços que não existem em Gaza ou na Cisjordânia, como tratamentos oncológicos, renais e cardiológicos.

Segundo a UE, os hospitais têm enfrentado problemas "endémicos" de falta de financiamento que comprometem o seu funcionamento.

Desde 2012 que a União Europeia faz contribuições regulares para a rede de saúde de Jerusalém Oriental que totalizam mais de 90 milhões de euros.

A UE considera que é "essencial para a construção de um futuro Estado palestiniano independente cujos cidadãos desfrutem de acesso a serviços médicos garantidos" que os hospitais permaneçam em funcionamento.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon