Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Urgência de Ortopedia no Algarve garantida no verão e reforçada este fim de semana - administração

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/07/2017 Administrator

A escala de urgência de Ortopedia no Algarve vai estar garantida no verão, havendo um reforço já este fim de semana, devido à Concentração de Motos de Faro, disse hoje o administrador do Centro Hospitalar do Algarve (CHA).

"A urgência de Ortopedia está garantida tanto para o evento, como para todo o verão", garantiu Joaquim Ramalho, presidente do conselho de administração do CHA, acrescentando que a equipa foi reforçada com médicos que se deslocaram do polo de Portimão para o de Faro, onde existe "maior risco".

Aquele responsável falava à margem de uma visita a duas áreas do hospital de Faro que estão a ser alvo de investimentos, que decorria ao mesmo tempo que o Conselho de Ministros aprovava a transformação do Centro Hospitalar do Algarve (CHA) em Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA).

Num momento em que a aprovação ainda não tinha sido tornada pública, Joaquim Ramalho reconheceu aos jornalistas que o CHUA "não resolve todos os problemas", mas considerou tratar-se de um fator de qualificação para o centro hospitalar, assim como um "fator de atratividade para os médicos que queiram também desenvolver carreira na área da investigação".

Joaquim Ramalho reconheceu ainda a existência de dificuldades em garantir a escala de urgência de Pediatria, sobretudo na unidade de Portimão, estimando que no início de agosto a escala já esteja coberta naquela unidade do centro hospitalar.

"Temos clínicos gerais para tratar situações agudas, que não requerem a intervenção diferenciada de um pediatra, mas quando é preciso serem observadas por um especialista, vêm para Faro", indicou.

O plano de investimentos de 11 milhões de euros para concretizar em 2017 no Centro Hospitalar do Algarve traduz-se, até agora, no investimento de aproximadamente 5 milhões de euros, explicou aquele responsável.

A Cardiologia de Intervenção foi uma das áreas consideradas prioritárias, tendo sido investidos 430 mil euros na aquisição de um novo aparelho de Hemodinâmica, do qual depende o funcionamento da única unidade do Algarve com Via Verde Coronária.

Segundo o responsável pelo Laboratório de Hemodinâmica do serviço de Cardiologia, Vítor Brandão, o antigo equipamento, com cerca de 15 anos, encontrava-se "obsoleto" e era urgente substituí-lo para dar resposta a uma média anual de 200 doentes que ali são tratados com enfartes agudos coronários.

O modelo do novo aparelho é "de última geração" e "o terceiro a ser colocado no mundo", acrescentou, sublinhando que, mesmo assim, até agora, a sua equipa tem dado resposta "a praticamente 100% dos enfartes de emergência em todo o Algarve".

Na área da Radiologia, foi feito um investimento de 400 mil euros na atualização do aparelho de Ressonância Magnética, que vai permitir realizar mais exames, com maior rapidez e também de maior complexidade diagnóstica que, atá à data, não podiam ser realizados no CHA.

Segundo Jorge Pereira, coordenador de Radiologia na unidade de Faro, vão ainda ser investidos 500 mil euros na aquisição de um segundo equipamento de Tomografia Computorizada (TC), de última geração, que permitirá atingir uma poupança anual na ordem dos 300 mil euros.

"Quando há uma paragem do atual aparelho por avaria, ou para manutenção, os utentes têm que fazer exames no exterior, com todos os incómodos e gastos [para o hospital] que isso causa", referiu, sublinhando que até ao final do ano deverá estar concluída a obra que permitirá, mais tarde, a instalação do novo aparelho.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon