Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

US Open: Nadal e Federar continuam em 'rota de colisão'

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/09/2017 Rui Trombinhas

O espanhol Rafael Nadal, primeiro cabeça de série, e o suíço Roger Federer, terceiro, qualificaram-se no sábado para os oitavos de final do Open de ténis dos Estados Unidos, mantendo-se em 'rota de colisão' para as meias-finais.

Nadal, que este ano venceu pela 10.ª vez em Roland Garros, superou o argentino Leonardo Mayer, 59.ª jogador mundial, por 6-7 (3-7), 6-3, 6-1 e 6-3, mantendo-se na corrida a um terceiro título em Flushing Meadows, onde triunfou em 2010 e 2013.

Por seu lado, Federer, vencedor em 2017 na Austrália e Wimbledon, superou o espanhol Feliciano Lopez, 35.º da hierarquia, em apenas três 'sets', pelos parciais de 6-3, 6-3 e 7-5, depois de só ter passado as duas primeiras rondas na 'negra'.

Nos oitavos de final, o espanhol vai encontrar o ucraniano Alexander Dolgopolov, 64.º do Mundo, que superou o sérvio Viktor Troicki, 52.º, por 6-1, 6-0 e 6-4, enquanto o helvético medirá forças com o alemão Philipp Kohlscheiber, 37.º, vencedor face ao australiano John Millman, 235.º, por 7-5, 6-2 e 6-4.

"Tive muitas bolas de 'break', mas tive dificuldades em converte-las (apenas nove de 25). A partir do momento em que o consegui, o encontro mudou e o meu nível de jogo cresceu", explicou Rafael Nadal, acrescentando: "Espero que os meus últimos três 'sets' marquem o torneio para mim".

© Fornecido por O jogo

Nos 'oitavos', Nadal espera um encontro "difícil" contra Dolgopolov, frente ao qual apresenta um balanço de seis vitórias e duas derrotas.

Por seu lado, Roger Federer afirmou que já ansiava por um triunfo tranquilo: "Senti-me bem e estou contente, pois tive energia, que era o que mais me inquietava, após dois encontros em cinco 'sets'".

"Estava a precisar de um embate como este", rematou o suíço, que persegue o sexto triunfo no US Open, após cinco triunfos seguidos entre 2004 e 2008, e o 20.º em torneios do 'Grand Slam'. Face a Kohlscheiber, venceu os 11 'duelos'.

Nos outros embates da jornada, destaque para o argentino Juan Martíns Del Porto, 24.º pré-designado, que bateu o espanhol Roberto Bautista-Agut, 11.º, em apenas três 'sets', pelos parciais de 6-3, 6-3 e 6-4.

O austríaco Dominic Thiem, sexto cabeça de série, o belga David Goffin, nono, também seguiram em frente, tal como o russo Andrey Rublev.

No quadro feminino, a checa Karolina Pliskova, número 1 mundial, sentiu grandes dificuldades para ultrapassar a terceira ronda, mas acabou por bater a chinesa Zhang Shuai, 27.ª, em três 'sets', pelos parciais de 3-6, 7-5 e 6-4.

A maior surpresa foi a queda da polaca Agnieszka Radwanska, 10.ª pré-designada, que perdeu com a norte-americana Coco Vandeweghe, 20.ª, por 7-5, 4-6 e 6-4.

No que respeita às restantes cabeças de série em ação, a ucraniana Elina Svitolina, quarta, qualificou-se, a letã Jelena Ostapenki, 12.ª, foi afastada, enquanto a norta-americana Madison Keys, 15.ª, bateu a russa Elena Vesnina, 17.ª.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon