Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

VÍDEO Rodrigo Caio deu lição de fair-play, mas Maicon não aprova: "Prefiro a mãe do outro a chorar que a minha"

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/04/2017 Cristina Aguiar
© Fornecido por O jogo

Jô viu um cartão amarelo por, alegadamente, pisar o guarda-redes do São Paulo. Rodrigo Caio, central, assumiu que tinha sido ele a fazê-lo e poupou adversário à punição

Foi uma lição de fair-play que está a ser destacada na Brasil. Rodrigo Caio, central do São Paulo, pisou o guarda-redes da própria equipa, num lance normal, mas o árbitro da partida avaliou mal e mostrou o amarelo a Jô, avançado do Corinthians. Rodrigo, apercebendo-se da injustiça, dirigiu-se ao árbitro e ilibou o adversário, levando o juiz a retirar o cartão a Jô.

Maicon, ex jogador do FC Porto, comentou o gestou e deixou a entender que, se fosse ele, não o teria feito. "Temos de respeitar a atitude do Rodrigo, foi o que ele quis fazer naquele momento. Se é certo ou não, depende da consciência de cada um. Mas eu prefiro a mãe do outro a chorar que a minha", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon