Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Vítor Oliveira: "É absurdo sofrer três golos em cinco minutos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Hugo M. Monteiro

O treinador do Portimonense, Vítor Oliveira, abordou o desaire diante do FC Porto, em jogo a contar para a sétima jornada da I Liga

© Fornecido por O jogo

Análise à derrota com o FC Porto: "Foi uma vitória expressiva, justificada pelos erros defensivos que cometemos. Estivemos muito desconcentrados. É absurdo sofrer três golos em cinco minutos, mas acontece no futebol. Não estamos contentes. Em termos ofensivos, a equipa fez o que lhe era exigido, fez dois golos no Dragão. Fomos muito frágeis defensivamente, mas a equipa foi muito diferente com bola e sem bola. Cometemos muitos erros individuais e coletivos. Tentámos chegar à baliza do FC Porto, tivemos mais uma oportunidade para marcar, mas estamos tristes pelo resultado. Sofrer cinco golos não é normal. Não estamos habituados e é algo pouco normal nesta temporada. Vamos tentar melhorar e trabalhar para manter os equilíbrios defensivos e ofensivos".

Três golos sofridos em cinco minutos: "Aqueles cinco minutos, há mérito do FC Porto. É o líder do campeonato, que vai disputar o título com o Benfica e o Sporting, está motivado. Penso que facilitámos em demasia. Depois, devíamos ter sido mais agressivos, mais compactos e mais confiantes e não fomos".

Palavras ao intervalo: "Disse aos meus jogadores para entrarem bem no jogo e para chegarmos ao 3-1. Não podíamos sofrer o quarto golo, que acabou por arrumar com o jogo".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon