Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Vardy à procura de Cinderela de chuteiras

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/06/2017 Hugo Monteiro

Há cinco anos, o Leicester pagou pouco mais de um milhão de euros para contratar o avançado ao Fleetwood Town. O que parecia ser investimento arriscado transformou-se em grande pechincha.

Arranca esta segunda-feira em Manchester a Academia Vardy, um projeto patrocinado por Jamie Vardy, avançado do Leicester, e cujo objetivo passa por descobrir, entre 42 futebolistas recrutados em ligas inglesas não profissionais, uma espécie de Cinderela de chuteiras. O internacional inglês investiu 100 mil libras (cerca de 114 mil euros) para dar andamento a uma ideia que procura encontrar um candidato a imitar o percurso de sonho que ele próprio protagonizou: após anos escondido em clubes amadores e a dividir o futebol com outras profissões, Vardy foi aposta do Leicester, que há cinco anos pagou um milhão de libras (1,1 Meuro) para o contratar; daí à seleção e ao título inglês foi sempre a somar.

Durante quatro dias, 42 jogadores que por diversos motivos (lesões graves, falta de oportunidades ou ligações interrompidas com empresários, por exemplo) nunca tiveram oportunidade nas ligas profissionais encontram nesta academia uma montra para tentar dar o salto. Além de treinos, estão agendados jogos que serão vistos por olheiros das ligas profissionais inglesas e ainda por representantes de clubes alemães, holandeses e norte-americanos, pelo menos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon