Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Vencer prémio pela quinta vez é como ganhar a lotaria" - Cristiano Ronaldo

Logótipo de LusaLusa 23/10/2017 Bruno J. A. Manteigas

Londres, 23 out (Lusa) - O internacional português Cristiano Ronaldo considerou hoje que vencer o prémio de melhor jogador da FIFA pela quinta vez fez-lhe sentir que ganhou a lotaria e salientou que Neymar e outros jogadores jovens podem suceder-lhe.

"Eu vejo potencial, vejo nele e já referi, noutras entrevistas, que há outros jogadores jovens que têm oportunidade para ganhar e têm talento para isso. Mas, neste momento, tocou-me a mim, tocou-me a lotaria, e estou feliz. É um momento bonito da minha vida", afirmou aos jornalistas, referindo ainda que o avançado do Paris Saint-Germain, estando nomeado, podia ter vencido hoje.

Questionado sobre se sente que ainda tem algum prémio que deseja, disse que no ano passado conseguiu atingir aquele que desejava, que era conquistar um troféu pela seleção nacional.

"Ganhámos em 2016 o Campeonato Europeu. Agora já não me falta mais nada. O que eu mais quero é continuar a jogar e ganhar troféus coletivos para poder ganhar [troféus] individuais. Eu trabalho para isso e gosto de ganhar os dois", disse.

ANDY RAIN/EPA © EPA / ANDY RAIN ANDY RAIN/EPA

Em relação à rivalidade com Lionel Messi disse: "Eu não compito com o Leo. É um jogador que está na mesma era [que eu]. Ganhou cinco vezes, eu ganhei cinco vezes prémios individuais melhor do mundo. As coisas são como são e eu estou feliz, jogo no melhor clube do mundo e tenho tido a oportunidade, nos últimos anos, de mostrar que estou a um nível muito alto. Sinto-me tranquilo e logo veremos o que se vai passar no futuro. Neste momento, quero desfrutar este momento bonito da minha vida."

O internacional português Cristiano Ronaldo foi hoje eleito pela quinta vez o melhor futebolista do ano da FIFA, prémio agora designado 'The Best', igualando o 'penta' do argentino Lionel Messi.

Depois dos triunfos em 2008, 2013, 2015 e 2016, o jogador do Real Madrid venceu o prémio referente à época 2016/17, já que a votação estava o período compreendido entre 20 de novembro de 2016 e 02 de julho de 2017, no qual Ronaldo marcou 39 golos, em 40 jogos.

Além de Ronaldo, eram finalistas o argentino Lionel Messi (FC Barcelona), eleito o melhor em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2014, e o brasileiro Neymar, pelo qual o Paris Saint-Germain pagou ao 'Barça' 222 milhões de euros no último defeso.

A eleição do 'The Best', anunciada hoje numa cerimónia realizada em Londres, foi feita pelos selecionadores nacionais, os 'capitães' das seleções, jornalistas e público, que votaram entre 21 de agosto e 07 de setembro.

BM (PFO) // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon