Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venda do negócio imobiliário do Popular feita pelo Santander é positiva - DBRS

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/08/2017 Administrator

A agência de notação financeira DBRS Ratings considerou hoje que a venda pelo Santander à Blackstone de 51% do negócio imobiliário do Banco Popular é positiva para o perfil de risco do grupo financeiro espanhol.

"A DBRS considera que a venda feita pelo Banco Santander [de 51%] do portefólio imobiliário do Banco Popular Espanhol ao fundo Blackstone é positiva para o perfil de risco do Santander", lê-se num relatório hoje publicado pela DBRS.

Segundo a agência de 'rating' canadiana, "após a aquisição do Popular, o Santander aumentou significativamente os níveis de provisionamento ao seu portefólio imobiliário, oferecendo ao Santander a oportunidade de vender estes ativos a um preço com elevado desconto".

A DBRS acrescentou ainda que "é pouco provável que se observem futuros negócios desta escala envolvendo investidores institucionais devido aos preços em causa".

Em resultado, a entidade espera que "os bancos espanhóis vão ter que continuar a assentar a sua estratégia principal de redimensionamento nas vendas da atividade a retalho e em transações de menor dimensão", avisando que este processo, "apesar da melhoria das condições do mercado de retalho, vai demorar tempo".

Em 08 de agosto foi noticiada a venda por parte do Santander ao fundo norte-americano Blackstone de 51% do negócio imobiliário do Banco Popular, tanto a nível de crédito como de imóveis.

Esta operação surgiu na sequência da compra pelo Santander do Banco Popular pelo preço simbólico de um euro, no âmbito da resolução deste.

De acordo com a comunicação à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o negócio passa pela criação de uma sociedade para a qual são passados 30.000 milhões de euros de ativos imobiliários do Popular e 100% do capital da Aliseda, a filial que juntava património imobiliário do Popular.

O negócio passa pela criação de uma sociedade que fica a pertencer em 51% à Blackstone, que ficará na sua gestão, e em 49% ao Santander.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon