Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela: Antigo primeiro-ministro espanhol visita opositor Leopoldo Lopez

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

O ex-primeiro-ministro espanhol José Luis Rodriguez Zapatero visitou na quarta-feira Leopoldo Lopez, um dos principais líderes da oposição venezuelana, quatro dias depois de ter saído da prisão e iniciado a detenção domiciliária.

"O antigo primeiro-ministro Zapatero visitou Leopoldo Lopez na sua casa, onde está em prisão domiciliária. Leopoldo Lopez transmitiu uma mensagem firme de luta pela liberdade de toda a Venezuela", anunciou na rede de mensagens instantâneas Twitter Freddy Guevara, vice-presidente do parlamento, onde a oposição está em maioria.

Guevara disse que Lopez tinha anteriormente falado ao telefone com o secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, e com o atual primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, que o felicitou pela "coragem" demonstrada.

"Grandes líderes estão a trabalhar juntos pela liberdade e democracia!", escreveu no Twitter Guevara, coordenador da Vontade Popular, o partido de Lopez.

Lilian Tintori, mulher do opositor, agradeceu a Zapatero pelos esforços desenvolvidos para conseguir a libertação do marido.

O antigo dirigente espanhol envolveu-se no ano passado num diálogo entre a oposição venezuelana e o Presidente Nicolas Maduro, que falhou.

Leopoldo Lopez deixou a prisão militar de Ramo Verde, perto de Caracas, no sábado, e foi transferido para a sua casa na capital, por ordem do Supremo Tribunal de Justiça, que justificou a decisão com "motivos de saúde".

O opositor cumpriu três anos e cinco meses da pena de 14 anos a que foi condenado. Foi considerado culpado de "incitação à violência" no decorrer de manifestações contra o Presidente Maduro, que fizeram 43 mortos em 2014.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon