Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela: Caracas negoceia com Moscovo reestruturação da dívida

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/09/2017 Administrator

Caracas solicitou a Moscovo uma reestruturação da atual dívida venezuelana, por alegados problemas para cumprir com as obrigações relacionadas com a dívida que a Venezuela mantém com a Rússia.

O pedido de reestruturação, segundo o diário venezuelano El Universal, foi confirmado hoje pelo ministro de Finanças da Rússia, Anton Siluánov, durante uma conferência de imprensa em Moscovo.

"Os colegas da Venezuela solicitaram a restruturação. Estamos a trabalhar nesse assunto, tanto no quadro do Clube de Paris, como através de contatos bilaterais. Tenho a certeza de que chegaremos a uma decisão satisfatória para ambas as partes, com a Venezuela", disse.

Segundo o ministro, a Rússia considera que a situação venezuelana é de "uma crise de liquidez mas não de solvência financeira", prevendo-se que as novas condições de pagamento da dívida sejam negociadas até finais de 2017.

Dados da imprensa venezuelana dão conta de que a Venezuela deve 8.800 milhões de dólares à Rússia, correspondentes a dois empréstimos.

O primeiro empréstimo, por 2.800 milhões de dólares teve lugar em 2011, cujas condições foram renegociadas em 2016 para que sejam pagos a partir de 2019.

Por outro lado, também em 2016, a empresa petrolífera estatal russa, Rosneft, transferiu a Caracas 6.000 milhões de dólares por conceitos de avanços para subministro de petróleo venezuelano.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon