Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela: Detido juiz um dia após nomeação para tribunal supremo paralelo

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/07/2017 Administrator

Um dos 33 magistrados do Tribunal Supremo paralelo formado na Venezuela pela oposição do Presidente Nicolás Maduro foi detido no sábado, anunciou o Parlamento, onde a oposição detém a maioria.

A informação sobre a detenção de Angel Zerpa Aponte foi divulgada na conta do Parlamento na rede social Twitter.

"Condenamos a detenção arbitrária pelos serviços de segurança deste magistrado eleito constitucionalmente", disse o presidente do parlamento, Julio Borges.

O Parlamento empossou, na sexta-feira, 33 magistrados para formar um Tribunal Supremo de Justiça paralelo, durante uma sessão pública numa praça de Caracas.

A oposição estima que os juízes atuais do Tribunal Supremo foram designados ilegalmente pela antiga maioria chavista (designação derivada do nome de Hugo Chavez, Presidente desde 1999 até à sua morte em 2013).

O Parlamento é controlado pela oposição de Nicolás Maduro desde as eleições legislativas de dezembro de 2015.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon