Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela: Macron diz que mulher de líder opositor é esperada na Europa

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/09/2017 Administrator

O Presidente francês, Emmanuel Macron, enviou hoje uma mensagem de apoio a Lilian Tintori, mulher do líder opositor venezuelano Leopoldo López, impedida de sair da Venezuela, assegurando-lhe que é esperada na Europa.

"Esperamos Lilian Tintori na Europa. A oposição venezuelana deve permanecer livre", considerou Macron, numa mensagem divulgada na sua conta na rede social Twitter.

As autoridades venezuelanas impediram hoje Tintori de sair do país, antes de uma viagem em que deveria reunir-se com Macron; com o líder do Governo espanhol, Mariano Rajoy; com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com a primeira-ministra britânica, Theresa May.

Tintori foi proibida de sair da Venezuela depois de ter sido acusada pelo Ministério Público na sequência da descoberta de 200 milhões de bolívares (mais de 50 mil euros) em dinheiro no seu automóvel, que, segundo a mulher do líder da oposição, se destinavam a atender as necessidades da sua avó, que está hospitalizada.

Na semana passada, Macron classificou de "ditadura" o regime do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

Uma ditadura, disse o líder francês num discurso perante embaixadores franceses, "que procura manter-se de pé à custa de um sofrimento humano sem precedentes e de uma radicalização ideológica preocupante".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon