Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela: Maduro viaja à Rússia, Bielorrússia e Turquia para fortalecer alianças bilaterais

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/10/2017 Administrator

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, iniciou hoje uma deslocação pela Rússia, Bielorrússia e Turquia, na qual procura fortalecer as alianças energéticas e económicas com aqueles países.

"Um périplo muito importante para fortalecer a nossa aliança de desenvolvimento compartilhado com a Rússia, a Bielorrússia e abrir novos caminhos com a Turquia, uma das potências emergentes do novo mundo", disse Nicolás Maduro, através dum vídeo gravado no avião presidencial e divulgado através do Instagram.

O Presidente da Venezuela chegou a Rússia pelas 21:50 horas locais de hoje (15:50 horas em Lisboa), onde prevê reunir-se ainda com o seu homólogo Vladimir Putin e onde participará no Foro Internacional de Energia, em Moscovo.

Na agenda, segundo o próprio, várias reuniões de trabalho sobre os temas agrícolas e energético, no âmbito da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e aspetos diplomáticos relacionados com a União Africana e a Aliança Bolivariana para os Povos da América (ALBA, uma alternativa ao Tratado de Livre Comércio promovidos pelos EUA no continente americano).

Em declarações à televisão estatal venezuelana, Nicolás Maduro, explicou que terá "contato com investidores, empresários, chefes de Estado e de Governo" de vários países, sublinhando, no entanto, a importância do "encontro de trabalho, muito importante" que manterá com Vladimir Putin.

"Muito importante para o futuro da cooperação financeira, tecnológica, agrícola, comercial, militar, entre a Rússia e a Venezuela", frisou.

Por outro lado, na Bielorrússia, Nicolás Maduro prevê reunir-se com o seu homólogo Aleksandr Lukashenko, centrado na reativação da comissão mista bilateral em matéria de habitação social, agroindústria e intercâmbio comercial.

Com a Turquia, o primeiro mandatário venezuelano, tem vindo explorando possibilidades de expansão da comissão mista bilateral, com "novas fórmulas de cooperação".

Antes de chegar a Rússia, Nicolás Maduro fez uma escala técnica em Argélia.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon