Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela: Populares incendeiam câmara municipal em protesto contra 'apagões' e falta de água

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/10/2017 Administrator

Dezenas de pessoas incendiaram, na terça-feira, a câmara municipal de Los Taques, no centro-norte da Venezuela, em protesto contra os constantes cortes no fornecimento de eletricidade e água, disse à Lusa fonte da comunidade portuguesa.

"Eles entraram no edifício sede da câmara municipal e causaram grandes danos, destruíram mesas, cadeiras, vidros, janelas e depois incendiaram o imóvel", explicou o comerciante português Manuel Mendonça.

Manuel Mendonça disse estar preocupado com a situação e temer que violência possa "ficar fora de controlo" e aumentar.

Na península de Paraguaná, onde se situa Los Taques, "há mais de 1.500 portugueses, principalmente lusodescendentes", disse.

"Neste município a maioria dedica-se ao cultivo de melões e à agricultura, o que não tem sido favorável nos últimos tempos, porque a falta de água é constante", disse.

O português acrescentou que o setor do comércio debate-se diariamente com vários "apagões" que afetam os aparelhos elétricos, incluindo os frigoríficos.

"Nos últimos tempos até os 'puntos' [terminais de pagamentos com cartão de crédito e de débito] falham. Ficam lentos, dão erro", indicou.

A imprensa local noticiou que, antes de incendiarem o edifício da câmara municipal, os populares apoderaram-se dos computadores existentes, um forno de micro-ondas, várias fotocopiadoras, filtros de água, um ar acondicionado e um gerador elétrico.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon