Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Verdade desportiva reposta", diz o presidente do Canelas

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/05/2017 Hugo Monteiro

Bruno Canastro, presidente do clube do concelho de Gaia, defende que o mérito da subida ao Campeonato de Portugal "é da equipa e do clube e não de fatores exógenos"

Bruno Canastro, presidente do Canelas, encara a subida ao Campeonato de Portugal com tranquilidade e defendeu que foi "reposta a verdade desportiva".

"Tal como quando começamos, há sete anos, sem meios e completamente inexperientes, vamos manter o discurso: os campeonatos fazem-se em cada jogo que se disputa e portanto devemos encarar esta subida com muita serenidade, com a mesma garra e dedicação para enfrentar os novos desafios", afirmou a O JOGO.

© Ivo Pereira/Global Imagens

Depois de garantir a promoção aos Nacionais - a uma jornada do final do campeonato, derrotou o Maia Lidador, por 4-1, e beneficiou da derrota do Rio Tinto com o Aves B e do empate do Lixa em Rebordosa -, Bruno Canastro está já a pensar na final da Taça da AF Porto, que disputará no próximo sábado, na Póvoa de Varzim, contra o Paredes.

"Disputamos uma segunda fase com todos os clubes. O único clube que fez falta de comparência, o Rio Tinto, somou três pontos contra nós, com dois minutos de jogo, devido a um ato impensado e bárbaro de um jogador nosso, e faltou ao jogo da segunda volta. A verdade desportiva ficou reposta por o Canelas ter participado em todos os jogos e também por ter chegado à final da Taça Brali sem que nenhum adversário tenha faltado a qualquer um dos jogos dessa competição. O mérito da subida é da equipa e do clube, como um todo, e não de fatores exógenos", completou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon