Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Verdes questionam Governo sobre funcionamento de Centro de Emprego de Sacavém

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/07/2017 Administrator

O Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) pediu esclarecimentos ao Governo sobre o funcionamento do Centro de Emprego de Sacavém, concelho de Loures, uma vez que considera o seu serviço "insuficiente", foi hoje anunciado.

Em causa está, segundo explicou o partido, em comunicado, o facto de este Centro de Emprego funcionar apenas dois dias por semana.

"Este Centro de Emprego reabriu no inicio do mês, mas funciona apenas dois dias por semana, o que é manifestamente insuficiente para um serviço que tem cerca de cinco mil utentes inscritos", apontam.

Além de Sacavém, este equipamento serve também as localidades de Camarate, Prior Velho, Moscavide, Portela, Bobadela, São João da Talha e Santa Iria da Azóia, abrangendo uma população residente de cerca de 130 mil pessoas.

Nesse sentido, "Os Verdes" questionam o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sobre os motivos para que o Centro de Emprego de Sacavém funcione apenas duas vezes por semana e se a tutela pretende alterar esta decisão.

Entretanto, esta decisão também já foi contestada pelo presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (CDU), que no início do mês do julho escreveu uma carta ao Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) para exigir a reversão desta medida.

A Lusa contactou o IEFP, mas não obteve, até ao momento, qualquer resposta.

A Câmara Municipal de Loures tinha assinado em maio deste ano um protocolo com o IEFP para a reabertura do centro de Sacavém, tendo cedido, para o efeito, instalações municipais.

Na ocasião, a delegada Regional de Lisboa e Vale do Tejo do IEFP, Isabel Maria Henriques, explicou que "foi feita uma reavaliação" e que se chegou à conclusão da necessidade daquele equipamento na zona oriental de Loures.

A responsável referiu que o concelho de Loures tinha em março 7.618 pessoas inscritas no centro de emprego e que dessas 61% era da zona oriental do concelho.

Com o encerramento do Centro de Emprego, a população da zona oriental do concelho passou a ter de se deslocar até à cidade de Loures, uma vez que ficou sem qualquer serviço naquele local.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon