Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Viúva do Nobel chinês Liu Xiaobo reaparece num vídeo

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/08/2017 Administrator

A viúva do prémio Nobel chinês Liu Xiaobo, que morreu no mês passado, reapareceu num vídeo publicado na Internet, naquele que foi o seu primeiro sinal de vida após semanas em que era desconhecido o seu paradeiro.

Liu Xia, de 56 anos, tinha sido vista pela última vez em imagens divulgadas a 15 de julho pelas autoridades chinesas, que a mostravam a assistir ao funeral do dissidente, que morreu dois dias antes.

"Estou em convalescença no campo, fora de Pequim. Peço-vos que me deem tempo para fazer o meu luto", disse Liu no vídeo de um minuto publicado na sexta-feira no YouTube.

Nas imagens, Liu Xia, que veste uma t-shirt e umas calças pretas, está sentada num sofá ao lado de uma mesa baixa e tem um cigarro aceso na mão.

"Voltarei a ver-vos um dia em melhor forma. Quando Xiaobo estava doente, os médicos fizeram tudo que podiam. Xiaobo via a vida e a morte de forma simples. Tenho de dar o meu melhor para me reajustar. No futuro, quando me tiver melhorado em todos os aspetos, estarei novamente convosco", afirma.

Liu Xiaobo morreu de cancro no dia 13 de julho, aos 61 anos, num hospital chinês, semanas depois de ter sido colocado em liberdade condicional por motivos de saúde. Liu tinha sido condenado em 2009 a 11 anos de prisão por "subversão" por ter apelado a reformas democráticas na China.

Após o funeral do marido, Liu Xia "foi mantida em isolamento pelas autoridades chinesas num local desconhecido", afirmou o advogado norte-americano do casal, Jared Genser, numa denúncia apresentada à ONU. As autoridades chinesas nunca reconheceram que ela estivesse privada de liberdade.

Liu Xia esteve em prisão domiciliária no seu apartamento em Pequim desde que o marido obteve o Prémio Nobel da Paz em 2010.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon