Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Villeneuve defende Vettel: "Eu teria feito o mesmo"

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/06/2017 Hugo M. Monteiro

Ainda a colisão entre o alemão da Ferrari e Lewis Hamilton da Mercedes, no Grande Prémio do Azerbaijão

Antigo campeão do mundo (1997), Jacques Villeneuve saiu em defesa de Sebastian Vettel (Ferrari), que, no Grande Prémio do Azerbaijão, encostou ao Mercedes de Lewis Hamilton e acabou por ter 10 segundos de penalização. Antes, com o safety-car em pista, o britânico tinha desacelerado, fazendo quase com que o alemão lhe batesse.

Para Villeneuve, Hamilton provocou o rival, que lidera o Mundial de pilotos. "Foi feio. Sou piloto e já lá estive. Se em algum momento me tivessem feito aquilo, eu faria o mesmo", disse.

O antigo piloto de Fórmula 1 sugere ainda que o embate de Vettel foi acidental, pois apenas tinha uma mão no volante e o alemão não iria danificar o próprio monolugar. "Ele só tinha uma mão no volante e estava olhar para o Hamilton, com o dedo no ar. Não se bate com as rodas viradas daquela maneira, danifica o carro."

© DR

Apesar do incidente, Villeneuve mostrou-se satisfeito por ver que "os pilotos afinal têm emoções", não tendo sido o único a sair em defesa do piloto da Ferrari.

Helmut Marko, da Red Bull, escuderia que Vettel já representou, defendeu que Hamilton também devia ter sido penalizado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon