Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Visão diferente do desporto" levou Vicente Moura a abandonar o Sporting

Logótipo de LusaLusa 18/05/2017 Luís Garoupa

Redação, 18 mai (Lusa) – Vicente Moura, que se demitiu hoje de vice-presidente do Sporting para as modalidades, explicou à agência Lusa que abandonou o cargo por ter uma visão diferente do desporto do que o presidente Bruno de Carvalho.

“Acho que as modalidades, em termos gerais, devem ser encaradas de uma forma diferente do futebol. A visão que tenho do desporto não coincidade com a visão do presidente e, por isso, não faz sentido estar a prejudicar a minha saúde”, afirmou Vicente Moura, de 79 anos, à Lusa.

O antigo presidente do Comité Olímpico de Portugal assumiu que, devido a problemas de saúde, não deveria ter aceitado o convite para um segundo mandato e que se sentiu atingido pelas mais recentes críticas de Bruno de Carvalho, que considerou que as modalidades "têm um grau de exigência muito pequeno”.

“O presidente fez uma crítica generalizada às modalidades, uma crítica implícita à forma como eu encaro a prática desportiva. Calculei que não tinha condições para continuar, já que o meu trabalho não estava a ser apreciado”, disse.

No final de 2015, Vicente Moura passou por problema grave de saúde, tendo estado internado no hospital algumas semanas, mas acabou por continuar a ocupar o cargo de vice-presidente para as modalidades.

MIGUEL A. LOPES/LUSA © LUSA / MIGUEL A. LOPES MIGUEL A. LOPES/LUSA

“Resolvi ficar e isso claro dá trabalho e muitas preocupações. São 52 modalidades. Se continuasse, poderia estar a prejudicar a saúde”, considerou o agora ex-dirigente do Sporting.

Nesta passagem pelo clube de Alvalade, Vicente Moura foi eleito para a direção em 2013, integrando o elenco encabeçado por Bruno de Carvalho, e foi reconduzido nas eleições desde ano, de novo na lista do atual presidente.

A saída de Vicente Moura acontece depois de Bruno de Carvalho ter tecido críticas às modalidades do Sporting. "Vejo, em todas as modalidades, um apoio que mais clube nenhum tem no mundo, mas um grau de exigência muito pequeno. A cada mau resultado, e então se torno público o meu desagrado, lá vem a onda de apoio aos 'meninos'", escreveu Bruno de Carvalho na mensagem em que anunciou que deixaria de comunicar através da rede social Facebook.

Vicente Moura, que numa primeira passagem pelo Sporting desempenhou o cargo de coordenador da iniciação desportiva e da manutenção desportiva em várias modalidades, foi presidente do Comité Olímpico de Portugal de 1990 a 1993 e entre 1997 e 2013.

LG // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon