Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Vitória de Setúbal e claques do clube assinam acordo

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/08/2017 Alcides Freire

Após a assinatura dos documentos, Fernando Oliveira revelou satisfação pelo acordo assinado.

FINAL DA TACA DE PORTUGAL 2004 2005JOGO BENFICA VS VITORIA DE SETUBALESTADIO DO JAMOR29 DE MAIO DE 2005FOTO DE LUIS MANUEL NEVESADEPTOS VITORIA DE SETUBAL VIII EXERCITO E FURACOES SADINOS © LUIS MANUEL NEVES FINAL DA TACA DE PORTUGAL 2004 2005JOGO BENFICA VS VITORIA DE SETUBALESTADIO DO JAMOR29 DE MAIO DE 2005FOTO DE LUIS MANUEL NEVESADEPTOS VITORIA DE SETUBAL VIII EXERCITO E FURACOES SADINOS

O Vitória de Setúbal e o VIII Exército e Grupo 1910, claques do clube da I Liga, assinaram hoje um Protocolo de Colaboração e o Código de Conduta dos grupos organizados, válido por uma época.

O Código de Conduta assinado por Fernando Oliveira, presidente do clube e da SAD, António Serra e Mauro Soares, respetivamente, líderes do VIII Exército e Grupo 1910, tem como objetivo estipular as regras que estabelecem o combate à violência, racismo, xenofobia e intolerância nos espetáculos desportivos.

As claques têm a partir de agora o direito de receber os apoios técnicos, financeiros e materiais definidos, entre elas, a realização de obras nas sedes das claques, suportadas pelo clube, e a cedência às claques, mediante solicitação prévia, de 1355 lugares do estádio do Bonfim ao preço do bilhete de sócio (cinco euros).

Após a assinatura dos documentos, Fernando Oliveira revelou satisfação pelo acordo assinado.

"O Vitória tem necessidade do vosso apoio, por isso, congratulo-me por este momento. Não negamos alguns desentendimentos no passado, mas estamos sempre disponíveis para ajudar na medida do possível", disse o presidente do clube setubalense.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon