Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Vitória de Setúbal vira resultado e vence Portimonense com dez na Taça da Liga

Logótipo de LusaLusa 26/10/2017 João Pedro Correia
LUÍS FORRA/LUSA © LUSA / LUÍS FORRA LUÍS FORRA/LUSA

Portimão, Faro, 26 out (Lusa) - O Vitória de Setúbal estreou-se hoje na Taça da Liga de futebol com uma vitória 2-1 diante do Portimonense, em jogo da primeira jornada do grupo A, após ter estado em desvantagem.

A reviravolta da equipa de José Couceiro aconteceu nos últimos sete minutos do encontro, numa altura em que os algarvios jogavam com dez jogadores, por expulsão de Pedro Sá, aos 73 minutos, por acumulação de cartões amarelos.

No Estádio Municipal de Portimão, Pires, aos 54 minutos, apontou o golo dos algarvios, tendo Edinho (84) de grande penalidade e Gonçalo Paciência (89) marcado para o Vitória de Setúbal.

Os dois conjuntos, que se apresentaram de início sem algumas das principais referências, proporcionaram um jogo fraco ao nível técnico, com escassas oportunidades de golo.

Depois de uma primeira parte em que repartiram o domínio, ambos os conjuntos reservaram os golos para o segundo tempo, com os algarvios a abrirem o marcador aos 54 minutos, por intermédio de Pires, na sequência de um pontapé de canto.

O Vitória de Setúbal não acusou o golo, imprimiu maior velocidade ao seu jogo ofensivo, obrigando os algarvios a recorrerem à falta para travarem os avançados sadinos, o que originou a expulsão de Pedro Sá, depois de falta sobre o avançado Edinho.

Em superioridade, os sadinos tomaram conta do jogo, acabando por chegar à igualdade, aos 84 minutos, através de um penálti convertido por Edinho, jogador que foi derrubado na área por Hackman.

Gonçalo Paciência, nos instantes finais, assinou o tento da reviravolta sadina, ao finalizar com êxito a assistência de Luís Felipe.

Jogo no Estádio Municipal de Portimão.

Portimonense – Vitória de Setúbal, 1-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Pires, 54 minutos.

1-1, Edinho, 84 (grande penalidade).

1-2, Gonçalo Paciência, 89.

Equipas:

- Portimonense: Carlos Henriques, Hackman, Felipe, Rúben Fernandes, Lumor, Pedro Sá, Dener, Ryuki, Manafá (Stanley, 62), Wellington (Rosell, 79) e Pires.

(Suplentes: Léo, Lucas, Paulinho, Rosell, Hebling, Stanley e Fabrício).

Treinador: Vítor Oliveira.

- Vitória de Setúbal: Cristiano, Arnold, Pedro Pinto, Vasco Fernandes, André Sousa (Luís Felipe, 46), João Teixeira, Tomás Podstawski, Nenê Bonilha, Rafinha (Gonçalo Paciência, 69), Willyan (João Amaral, 30) e Edinho.

(Suplentes: Trigueira, Gonçalo Paciência, Costinha, Vasco Costa, João Amaral, André Pedrosa e Luís Felipe).

Treinador: José Couceiro.

Árbitro: Gonçalo Martins (AF Vila Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para André Sousa (18), Pedro Pinto (38), Pedro Sá (67 e 73), Nenê Bonilha (74), Hackman (83) e Edinho (84). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Pedro Sá (73).

Assistência: 1.200 espetadores.

JPC // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon