Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Viterbo no jogo da Taça e União sem pressa depois de falhar Jorge Costa

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/10/2017 Hugo Monteiro
© Fábio Poço/Global Imagens

União não tem pressa em escolher o sucessor de Paulo Alves. Depois de terem falhado as negociações para a contratação de Jorge Costa, com quem o clube teve um princípio de acordo, os dirigentes unionistas optaram por esperar.

É uma garantia dos dirigentes do União: o clube não tem pressa em escolher o sucessor de Paulo Alves. Depois de terem falhado as negociações para a contratação de Jorge Costa, com quem o clube teve um princípio de acordo, os dirigentes unionistas optaram por esperar, analisar bem o mercado e só depois avançar. O tempo é de negociações.

Para já, outra certeza: José Viterbo, técnico que assegura de forma interina os trabalhos da equipa insular, será quem vai orientar a partida da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, frente ao Oriental, agendada para o próximo dia 15 de outubro. Ou seja, tão cedo o emblema unionista não terá nome novo, com José Viterbo, mais uma vez, a segurar a orientação da equipa técnica da equipa, tal como aconteceu na época passada, depois da saída de Filó e entrada de Jorge Casquilha.

A importância da escolha do treinador é vista como fundamental para que o clube faça um campeonato regular, sendo certo que será alguém experiente, competente e conhecedor profundo da II Liga. Hidélvis, Betinho e Danilo Dias recuperam de lesões graves.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon