Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Viticultores do Douro dizem que benefício para vinho do Porto é "insatisfatório"

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/07/2017 Administrator

A Associação dos Vitivinicultores Independentes do Douro (Avidouro) considerou hoje como "muito baixo" e "insatisfatório" o aumento do benefício para as 118.000 pipas, ou seja, a quantidade de mosto a transformar em vinho do Porto nesta vindima.

"É mais um aumento ridículo", afirmou em comunicado a Avidouro, sediada no Peso da Régua, distrito de Vila Real.

A associação acrescenta que "o quantitativo de benefício fixado não corresponde nem à quantidade nem à qualidade da produção prevista".

O conselho interprofissional do IVDP, que reuniu na terça-feira, fixou em 118.000 o número de pipas (550 litros cada) a beneficiar nesta vindima. O benefício é a quantidade de mosto que cada viticultor pode destinar à produção de vinho do Porto.

Em 2016, foram transformadas 114.900 pipas de vinho do Porto na mais antiga região demarcada do mundo.

A Avidouro referiu que, apesar de se esperar um ano com mais produção face a 2016, os viticultores durienses "têm mais que razões para se manterem preocupados e apreensivos" e criticou a posição da representação da produção no conselho interprofissional do IVDP, que aprovou o valor fixado para este ano.

A associação reclamou "preços compensadores e justos" a pagar pelo trabalho dos produtores, nomeadamente o preço das "uvas para o vinho de mesa a um mínimo de 350 euros a pipa" e o "preço médio para o vinho do Porto a 1.250 euros a pipa".

O benefício é considerado pelos viticultores do Douro como a sua "maior fonte de receita", chegando a representar, em alguns acasos, "100% do rendimento".

Para se fixar o benefício são avaliados vários parâmetros, como as previsões de produção, que este ano apontam para um aumento de produção que pode rondar entre as 266 e as 288 mil pipas de vinho, ainda as expectativas de comercialização e os níveis de 'stock'.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon