Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Volta a Portugal: quinta volta antevê-se tranquila

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/08/2017 Hugo M. Monteiro
© NUNO VEIGA/LUSA

Um dia após ter conquistado o seu segundo triunfo nesta edição, no alto da Senhora da Graça, Alarcón enfrentará uma jornada mais tranquila, na ligação de 179,6 quilómetros entre Boticas e Viana do Castelo.

O ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) vai partir para a quinta etapa da 79.ª Volta a Portugal com a camisola amarela no corpo, depois de ter saído da Senhora da Graça com a liderança reforçada.

O pelotão sai da vila do distrito de Vila Real às 12h40 em direção à contagem de terceira categoria, situada logo ao quilómetro 6,8. Ainda dentro de Montalegre, os ciclistas vão encontrar a primeira meta volante do dia (25,8).

Antes de cruzarem os outros dois sprints intermédios da jornada, em Vila Verde (130,7) e Barroselas (160,8), localidade do veterano Rui Sousa (RP-Boavista), os resistentes desta Volta a Portugal vão subir à contagem de montanha de segunda categoria de Covide, ao quilómetro 103,2.

O grande interesse da jornada está reservado para o final, com o alto de Santa Luzia (3.ª), em Viana do Castelo, a coincidir com a meta. A chegada está prevista para as 17h33.

Raúl Alarcón (W52-FC Porto) tem agora 25 segundos de vantagem sobre o italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) e 29 sobre o seu companheiro português Amaro Antunes. Gustavo Veloso (W52-FC Porto), o grande favorito, saiu da Senhora da Graça em sexto, a 46.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon