Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Volta a Portugal: subida ao alto do Viso marca a sexta etapa

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/08/2017 Hugo M. Monteiro

Raúl Alarcón tem 25 segundos de vantagem sobre o italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), com Amaro Antunes (W52-FC Porto) a ocupar a terceira posição, a 29.

O emblemático Salto da Pedra Sentada faz a sua aparição esta quinta-feira, na sexta etapa da 79.ª Volta a Portugal, uma ligação de 182,2 quilómetros entre Braga e Fafe, para a qual o ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) vai partir de amarelo.

Os 127 resistentes saem da Praça Municipal de Braga, às 12h15, e vão perder-se nas proximidades da cidade dos arcebispos até começarem a escalar o Bom Jesus, a mais emblemática subida da localidade, onde está instalada uma contagem de terceira categoria (40,2).

© NUNO VEIGA/LUSA

De seguida, o pelotão passa nas metas volantes de Póvoa de Lanhoso (61,9) e Celorico de Basto (122,5), antes de encarar a empreitada mais complicada da jornada, os 8,2 quilómetros de subida ao alto do Viso, coincidente com uma contagem de primeira categoria (131,1).

O sobe e desce continua na aproximação a Fafe, onde será feita uma primeira passagem pela meta depois de ser cruzada a terceira meta volante da sexta etapa (150,6). O emblemático Salto da Pedra Sentada, importado do Rali de Portugal, aparece ao quilómetro 164,3, assumindo-se como uma contagem de segunda categoria.

Antes da chegada à Praça 25 de Abril, prevista para as 17h34, o pelotão ainda vai subir à quarta categoria de Golães (178,4).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon