Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Wall Street encerra com recordes dos seus índices mais emblemáticos

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/10/2017 Administrator

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje com novos recordes dos seus três principais índices, com os investidores entusiasmados com indicadores macroeconómicos do dia e a conjuntura internacional.

Os indicadores definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average valorizou 0,37% (84,07 pontos), para umas inéditas 22.641,67 unidades.

Da mesma forma, o tecnológico Nasdaq ganhou 0,23% (15,00), para os 6.531,71 pontos, e o S&P 500 0,22% (5,46), para os 2.534,58.

"Com exceção de uma causa externa, como um novo desenvolvimento no 'dossier' norte-coreano, não imagino movimentos descendentes antes da época dos resultados (trimestrais empresariais), que começa na próxima semana", estimou Karl Haeling, da LBBW.

O Dow Jones exibiu assim a quinta sessão em alta consecutiva, ao passo que o Nasdaq e o S&P 500 já vão no sexto dia consecutivo a subir.

Os investidores ficaram também animados pela publicação de um indicador industrial da Zona Euro.

Este indicador antecedeu a publicação de estatísticas de vendas automóveis nos EUA, que saíram melhores do que previsto. As matrículas foram superiores ao esperado em setembro, o que apoiou as cotações dos construtores Ford e General Motors.

As cotações das ações beneficiaram também das declarações de Warren Buffett, investidor reputado pela sua visão de longo prazo, que considerou racional a atual valorização das ações, dada a fraqueza das taxas de juro.

"Esta não foi uma revelação da parte de Buffett, mas contribuiu para apoiar as cotações, mesmo depois de estas terem atingido níveis recorde", considerou Patrick O'Hare, da Briefing.com.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon