Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Wall Street volta a fechar com triplo recorde dos índices emblemáticos

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/10/2017 Administrator

A bolsa nova-iorquina fechou hoje com novos recordes dos seus três índices emblemáticos, com os investidores na expectativa de numerosos resultados trimestrais e entusiasmados pela divulgação de indicadores económicos favoráveis.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average, o tecnológico Nasdaq e o alargado S&P 500 fecharam todos em níveis inéditos.

O primeiro valorizou 0,37% (85,24 pontos), para as 22.956,96 unidades, o segundo 0,28% (18,20), para os 6.624,00 pontos, e o terceiro 0,18% (4,47), para as 2.557,64.

"Sempre que há um máximo existem várias explicações. Aqui, trata-se principalmente das expectativas com boas notícias nos resultados trimestrais e (a satisfação com) as declarações de Janet Yellen (a presidente da Reserva Federal) no domingo", analisou Karl Haeling, da LBBW.

Depois da abertura da época de divulgação de resultados trimestrais, "com início positivo", segundo David Levy, da Republic Wealth Advisors, durante esta semana é esperada uma dezena de resultados, entre os quais os do Morgan Stanley e Goldman Sachs, na terça-feira.

Sobre Yellen, esta evocou no domingo um certo consenso no seio do comité de política monetária sobre uma "aceleração" da inflação no próximo ano.

"Ela deu a entender aos investidores uma subida das taxas em dezembro, com um efeito muito acentuado nos valores bancários", sublinhou Haeling.

As ações das empresas financeiras no índice S&P 500 progrediram 0,64%, o segundo maior avanço no seio dos 11 subgrupos que compõem o S&P 500, a seguir às telecomunicações.

Dois indicadores, um dos EUA, outro da China, vieram dar hoje um sentimento de otimismo suplementar aos investidores.

A atividade industrial na região de Nova Iorque, considerada um barómetro do resto do país, atingiu em outubro o seu nível mais alto em três anos, muito acima das expectativas dos analistas.

O índice dos preços na produção na China acelerou nitidamente em setembro, o que sugere um vigor inesperado da segunda economia mundial, a dois dias da abertura do congresso do Partido Comunista da China.

"Estes dois indicadores reforçam a ideia de as estatísticas económicas serem encorajadoras através do mundo. E este sentimento positivo continua a irrigar a progressão dos mercados de ações", analisou David Levy, da Republic Wealth Advisors.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon