Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Wenger zangado com o árbitro

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/03/2017 Hugo Monteiro
© EPA/ANDY RAIN

Muito contestado, atribuiu ao juiz grego Anasthasios Sidiropoulos grande parte da responsabilidade da derrota humilhante. O Arsenal não sofria tamanha goleada em casa desde novembro de 1998 (5-0 com o Chelsea, na Taça da Liga)

Arsene Wenger atravessa um momento complicado no Arsenal após a eliminação com o Bayern Munique, com duas humilhantes derrotas por 5-1 (não sofria tamanha goleada em casa desde 1998, quando perdeu por 5-0 com o Chelsea, na Taça da Liga) . O treinador francês, no entanto, desvalorizou o assunto e atirou-se ao árbitro grego Anasthasios Sidiropoulos.

"Contestação? Não quero acrescentar nada... Sobre o jogo, senti que estávamos no jogo e nunca saberemos como ia reagir o Bayern se tivéssemos conseguido fazer o 2-0. O resultado parece muito mau e não reflete a coragem da nossa performance. Assim que marcaram ficámos sem chances de qualificação. Mas o jogo foi estragado pelo árbitro. Teríamos, a partir daí, de marcar quatro golos com dez jogadores. Lewandowski marcou em fora de jogo, no houve um penálti por marcar sobre o Walcott e depois ainda expulsou um nosso! Estou absolutamente revoltado e triste pelas pessoas que pagaram bilhete. Fomos infelizes com algumas decisões... É difícil perceber", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon