Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Whiting atirou para lá dos 22 metros

Sportinveste 07/03/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Lee Evans proibido de treinar © Sportinveste Multimédia Lee Evans proibido de treinar

O norte-americano Ryan Whiting confirmou hoje o favoritismo e ganhou a final do lançamento do peso, uma das duas provas decisivas do primeiro dia dos Mundiais de pista coberta, que se realizam até domingo em Sopot, Polónia.

Com 22,05 metros no quarto ensaio, o norte-americano ultrapassou o campeão mundial de ar livre, o alemão David Storl, que lançara a 21,79 na segunda tentativa, renovando assim o título mundial de pista coberta, que conquistara há dois anos, em Istambul.

Surpreendente foi o terceiro lugar do neozelandês Thomas Walsh, que lançou a 21,26 metros no derradeiro ensaio (recorde nacional) e deixou fora do pódio o polaco Tomasz Majewski, campeão olímpico, numa prova em que o português Marco Fortes não passou das eliminatórias, ao ser 11.º na qualificação (20,12).

Na outra final do primeiro dia, a holandesa Nadine Broersen ganhou o pentatlo, com a melhor marca mundial do ano (e recorde nacional) de 4.830 pontos, contra 4.768 pontos da canadiana Brianne Theisen Eaton, que bateu igualmente o recorde do seu país e ficará no sábado a torcer pelo marido, o norte-americano Ashton Eaton, que lidera o heptatlo ao fim da primeira jornada, com 3.653 pontos, mais 70 do que o bielorrusso Andrei Krauchanka.

Este sábado, no segundo dia do campeonato, realizam-se outras 11 finais, entre as quais a do triplo-salto feminino, prova na qual a portuguesa Patrícia Mamona é uma das candidatas a medalha. Na qualificação, a atleta do Sporting foi sétima, com 13,83 metros, fazendo dois nulos.

Um terceiro atleta nacional deveria ter competido no primeiro dia, mas Eva Vital fez um entorse no pé esquerdo quando aquecia para a sua série eliminatória de 60 metros barreiras e acabou por não poder participar.

Para além de Patrícia Mamona, Portugal estará representado no segundo dia por Rasul Dabo, que estará na primeira das quatro séries eliminatórias de 60 metros barreiras, logo às 9:15, numa prova em que passam às meias-finais os três primeiros de cada série e os detentores dos quatro restantes melhores tempos.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon