Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Wimbledon: Queda de Kvitova deixa torneio feminino ainda mais pobre

Logótipo de LusaLusa 05/07/2017 Filipe Bravo
NIC BOTHMA/EPA © EPA / NIC BOTHMA NIC BOTHMA/EPA

Londres, 05 jul (Lusa) - O quadro feminino do torneio de ténis de Wimbledon ficou hoje ainda mais enfraquecido, com a eliminação de Petra Kvitova na segunda ronda, passando a ter em prova apenas uma antiga campeã, Venus Williams.

Já privado de Serena Williams e Maria Sharapova, que não estiveram no torneio, agora é a checa Kvitova, a campeã de 2011 e 2014, a cair logo à segunda, às mãos da norte-americana Madison Brengle, em três ‘sets’ (6-3, 1-6, 6-2).

Entre os homens, os mais cotados do programa de hoje, o escocês Andy Murray, campeão em título, e o espanhol Rafael Nadal, o 'rei' da terra batida, mas que já venceu duas vezes na relva londrina, seguiram em frente.

Nesta segunda ronda, Murray enfrentou o alemão Dustin Brown, ‘carrasco’ de João Sousa e jogador típico de 'serviço volei'. O detentor do título ganhou por 6-3, 6-2, 6-2 e já se prepara para defrontar o italiano Fabio Fognini, 28.º cabeça de série.

Mesmo fora da sua zona de conforto, Nadal, decacampeão de Roland Garros, superou o norte-americano Donald Young, com os parciais de 6-4, 6-2 e 7-5.

Na metade superior do quadro, que hoje jogou, registam-se também avanços do japonês Kei Nishikori, nono cabeça de série [6-4, 6-7 (7-9), 6-1 e 7-6 (8-6) ao ucraniano Sergiy Stakhovsky], e do croata Marion Cilic, sétimo [7-6 (7-2), 6-4 e 7-5 ao alemão Florian Mayer].

Na quinta-feira o torneio avança ainda na segunda ronda e será o momento de ver em ação os outros dois tenistas do 'top-4', Novak Djokovic e Roger Federer. O sérvio defronta o checo Adam Pavlasek e suíço joga contra o sérvio Dusan Lajovic.

A única antiga campeã ainda em cena, depois da queda de Kvitova, passa a ser a norte-americana Venus Williams, que hoje superou a chinesa Qiang Wang, por 4-6, 6-4 e 6-1.

A mais velha das Williams (37 anos) aparece em Wimbledon como décima cabeça de série, mas o torneio promete ser de tal forma aberto que até mesmo a cinco vezes vencedora, entre 2000 e 2008, pode ter a sua 'chance'.

A romena Simona Halep, segunda cabeça de série, derrotou com alguma dificuldade a brasileira Beatriz Haddad Maia, por 7-5 e 6-3, e a recente campeã de Roland Garros, a letã Jelena Ostapenko, superou a canadiana Françoise Abanda, depois de um mau arranque, por 4-6, 7-6 (7/4) e 6-3.

Na qinta-feira joga a finalista derrotada da última edição, a alemã Angelique Kerber, que defronta a belga Kirsten Flipkens, bem como a checa Karolina Pliskova, terceira do 'ranking', que enfrenta a eslovaca Magdalena Rybarikova.

FB // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon